Ficha do produto
A Sétima Praga
Uma ameaça bíblica pode pôr em causa o futuro de toda a humanidade
Código: 01431
Última edição: agosto de 2017
N.º de páginas: 504
Editor: Bertrand Editora
ISBN: 9789722534154
Pré-Lançamento. 04-08-2017
 

Sobre o livro

Sinopse
Dois anos depois de desaparecer no deserto do Sudão, o professor Harold McCabe aparece a cambalear saído das areias do deserto, mas morre antes de contar o que aconteceu. A autópsia revela que alguém tinha começado a mumificar o professor em vida. Não tarda que todos os médicos envolvidos na autópsia adoeçam e morram, e uma estranha doença arrasa o Cairo. Painter Crowe, diretor da Força Sigma, é chamado a agir. O professor McCabe desapareceu enquanto procurava vestígios das dez pragas de Moisés. Será que as pragas estão a ganhar vida de novo? A filha do arqueólogo, Jane McCabe, ajudará a desvendar o mistério que remonta a milénios atrás. A Força Sigma terá de enfrentar uma ameaça do passado tornada possível pela ciência moderna, e que poderá causar uma vaga de pragas que pode matar todos os seres humanos.

A Sétima Praga de James Rollins

Detalhes do produto


A Sétima Praga de James Rollins

Ano de edição ou reimpressão: 2017

Editor: Bertrand Editora

Idioma: Português

Dimensões: 150 x 235 mm

Encadernação: Capa mole

Páginas: 504

Classificação: Policial e Thriller

 

Outros livros

Bibliografia

2017  Bertrand Editora
2017  Bertrand Editora
2017  Bertrand Editora
2016  Bertrand Editora
2016  Bertrand Editora
2016  Bertrand Editora
2016  Bertrand Editora
James Rollins é autor de quinze thrillers internacionais, todos eles best-sellers do New York Times, e os seus livros estão publicados em mais de quarenta países. A sua Série Força Sigma, na qual se inserem A Colónia do Diabo e Linhagem Sangrenta, foi considerada «no topo das boas leituras» (New York Times) e uma das «melhores leituras de verão» (revista People). Em cada romance revelam-se mundos invisíveis, descobertas científicas e segredos históricos em que a ação tem um ritmo alucinante e as narrativas são inteiramente (...)