Ficha do produto
Portugal Visto pela CIA
Ou como a espionagem americana vigiou o Estado Novo, Salazar, o Império e a Revolução
Código: 01416
Última edição: setembro de 2017
N.º de páginas: 248
Editor: Bertrand Editora
ISBN: 9789722534406
Em stock - Envio imediato
PÁGINAS
 

Sobre o livro

Sinopse
Nesta recolha e análise de documentos inéditos ou só recentemente divulgados pela CIA, abrangendo quatro décadas (até meados dos anos 1980), ficamos a saber pela primeira vez como evoluiu o olhar dos Estados Unidos da América — elite governante e agências de espionagem — sobre Portugal. Mais do que um exercício de voyeurismo, este livro permite-nos perceber como foram interpretados os momentos cruciais da nossa História no século XX e como a superpotência influenciou de forma concreta a vida no nosso país durante o Estado Novo, a Guerra Colonial, a Revolução dos Cravos e a formação da Segunda República.

Na história desta complexa relação entre um velho império e uma jovem superpotência foram cometidos erros e deram-se episódios surpreendentes de má avaliação, mas o mosaico formado por estes documentos permite-nos esboçar um país conservador, resistente à mudança, por vezes caótico e sempre suscetível a grandezas e delírios poéticos. Trata-se de uma radiografia da sociedade portuguesa que mais nenhuma organização podia ter feito, única pelo seu posicionamento e relevante pelo impacto real que teve.

Portugal Visto pela CIA de Eric Frattini , Luís Naves

Detalhes do produto


Portugal Visto pela CIA de Eric Frattini , Luís Naves

Ano de edição ou reimpressão: 2017

Editor: Bertrand Editora

Idioma: Português

Dimensões: 148 x 234 x 19 mm

Encadernação: Capa mole

Páginas: 248

Classificação: História Moderna e Contemporânea

 

Outros livros

Eric Frattini

Eric Frattini foi correspondente no Médio Oriente e residiu em Beirute e Jerusalém. É autor de mais de uma vintena de ensaios, entre os quais se conta Os Papas e o Sexo e o recente Mossad. A sua obra foi traduzida para várias línguas e editada em 47 países.
Realizador e guionista de dezenas de documentários de investigação para as principais cadeias espanholas de televisão, colabora assiduamente em diferentes programas de rádio e TV. Ministra frequentemente cursos e conferências sobre segurança e terrorismo islâmico a várias forças policiais, de segurança e inteligência de Espanha, Grã-Bretanha, Portugal, Roménia e Estados Unidos.
Ouro do Inferno é o seu terceiro romance. Os anteriores, El Quinto Mandamiento e O Labirinto de Água, foram ambos traduzidos para 14 (...)

Luís Naves

Luís Naves nasceu em 1961, em Lisboa. É jornalista no Diário de Notícias. Fez reportagens na Guiné-Bissau, Paquistão e Coreia do Norte, escrevendo habitualmente sobre temas europeus. Tem dois romances e uma novela publicados. Luís Naves é também autor de vários contos, crónicas e ficções publicados em revistas e diversos blogues. Em 2009, Luís Naves começou a publicar na Quetzal com o livro Territórios de (...)