2022-10-07

Por que motivo escolheram Camões em vez de Damião de Góis?

«A Torre dos Segredos», de Edward Wilson-Lee.

Partilhar:

Um homicídio, um poema épico e duas visões da história global: assim se poderia resumir A Torre dos Segredos, do professor de literatura medieval e renascentista queniano Edward Wilson-Lee.

 

Este livro é um mistério de assassinato, o relato de um julgamento inquisitorial, uma história das viagens portuguesas para o Oriente; um catálogo das ideias de Damião de Góis e um conto das aventuras de Camões; um passeio por regiões do mundo moderno que raramente encontramos – o Círculo Polar Ártico, os montes Urais, Madagáscar, o Planalto do Decão.

 

É também uma história sobre como – e por que razões – as culturas europeias se afastaram da fantástica diversidade do mundo em direção a narrativas monolíticas de caráter nacional, de pureza religiosa e de destino histórico: por que motivo escolheram a visão de Luís Vaz de Camões em vez da de Damião de Góis?

 

O lançamento do livro está marcado para o dia 3 de novembro, às 18h30, na Sala Ogival do Castelo de São Jorge, em Lisboa, e conta com a presença do autor. A obra é apresentada por Alberto Manguel, diretor do Espaço Atlântida – Centro de Estudos da História da Leitura/EGEAC que disse, sobre este livro: «É raro, no decurso da vida de leitor, que apareça um livro que destrói as nossas suposições sobre como e por que razão as coisas se passaram. Um feito alucinante.»

 

Nas livrarias a 13 de outubro.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK