2019-05-10

«Terras do Demo»: reedição da obra de Aquilino Ribeiro originalmente publicada há um século

A reedição de «Terras do Demo», de Aquilino Ribeiro, chega hoje às livrarias

Partilhar:
Terras bárbaras e agrestes. Velhos fidalgos, ciganos, almocreves, estalajadeiros, alcoviteiras, padres mulherengos e moças enganadas. A emigração e o sonho por um futuro melhor. Um universo onde a natureza e, muitas vezes, o diabo ditam as suas leis. Estes são alguns dos elementos que podemos encontrar em «Terras do Demo», de Aquilino Ribeiro. Esta obra emblemática de um dos maiores nomes da literatura portuguesa do século XX foi publicada há 100 anos e é agora reeditada pela Bertrand Editora.

Trata-se de um romance que nos transporta ao coração da geografia sentimental de Aquilino Ribeiro, ou não fossem as Terras do Demo o lugar onde nasceu, por onde andou durante uma grande parte da sua juventude, e ao qual reiteradamente regressou.

Com prefácio de Ana Isabel Queiroz e ilustrações de Abel Manta, esta reedição tem uma capa que remete para a do livro original. Os municípios de Moimenta da Beira, Sernancelhe e Vila Nova de Paiva, a Fundação Aquilino Ribeiro e a Bertrand Editora são protagonistas de diversas comemorações, de âmbito nacional, à volta dos 100 anos do Terras do Demo. O arranque oficial é no dia 11 de maio, às 17h00, em Soutosa, com o lançamento da reedição do livro, apresentado por João Soares, ex-ministro da Cultura, e pela prefaciadora Ana Isabel Queiroz.

Também a Junta de Freguesia de Alvalade, no âmbito da Capital da Leitura 2019, decidiu homenagear neste ano, em parceria com várias entidades da área cultural, Aquilino Ribeiro. O escritor residiu neste território e criou com ele uma grande ligação emocional.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK