2017-02-01

Sebastian Barry vence pela segunda vez o prémio Costa

Partilhar:
Days Without End (Dias sem Fim, em português) foi o grande vencedor do prémio Costa para Melhor Livro do Ano, uma obra que está prevista chegar às livrarias portuguesas em abril de 2017 com o selo editorial da Bertrand Editora.


Sebastian Barry é o primeiro romancista a vencer por duas vezes este prestigiado prémio. Em 2008, venceu com o livro Escritos Secretos, obra que esteve também na lista de finalistas do prémio Booker, e que se encontra publicada no nosso país pela Bertrand Editora. Além de Sebastian Barry, os poetas Seamus Heaney e Ted Hughes receberam este prémio duas vezes cada um.

O prémio Costa para Melhor Livro do Ano é escolhido entre os vencedores das diferentes categorias em disputa. Na corrida pelo prémio final encontrava-se Brian Conaghan (vencedor do Costa para Melhor Livro Infantil), Keggie Carew (vencedor do Costa para Melhor Biografia), Alice Oswald (vencedora do Costa para Melhor Livro de Poesia) e ainda Francis Spufford (vencedor do Costa para Melhor Romance de Estreia).

Days Without End foi considerado pelo júri «uma das representações mais maravilhosas do amor em toda a ficção». Esta obra descreve um relacionamento homossexual durante a fundação sangrenta da América moderna.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK