2019-05-09

O relatório que mudou o olhar sobre a sexualidade feminina

« ORelatório Hite», chega amanhã às livrarias

Partilhar:
Publicado pela primeira vez em 1976, «O Relatório Hite» apresentou os resultados daquilo que se transformou numa verdadeira revolução sexual. Pela primeira vez, as mulheres falaram de sexo sem tabus. E o que tinham para dizer ainda hoje é inovador e contribui para a discussão pública e o alargamento do debate sobre o feminismo e bem-estar da mulher.

Há quarenta anos, em 1979, a Bertrand fez parte deste movimento ao publicar a primeira edição da obra, com tradução de Ana Cristina César e adaptação para Portugal de Maria João Costa. Um texto clássico e intemporal que, pela sua atualidade e relevância, a Bertrand disponibiliza em todas as livrarias nacionais a partir de amanhã.

Se hoje em dia a importância do orgasmo na vida sexual das mulheres é um tema que se encontra em qualquer revista ou publicação, essa não era a realidade no início dos anos 70, quando Shere Hite deu início a cem mil questionários, distribuídos de forma a chegar à maior diversidade possível de entrevistadas, nos Estados Unidos. Menos ainda em Portugal, ainda sob o espartilhado Estado Novo. Um estudo profundo sobre a sexualidade feminina que, quarenta anos depois, mantém toda a atualidade.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK