Os Abutres do Vaticano

avaliação dos leitores (1 comentários)
(1 comentários)
O livro que previu a renúncia de um Papa
Formatos disponíveis
16,60€ I
-10%
PORTES
GRÁTIS
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
16,60€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Esgotado ou não disponível
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

A 19 de abril de 2005, o cardeal Ratzinger foi eleito Papa. Mal sabia ele que, como os seus antecessores, iria encontrar um osso duro de roer: o IOR (Instituto para as Obras Religiosas) ou o Banco do Vaticano. Os Abutres do Vaticano revela uma história de mordomos traidores, filtragem de documentos, comissões secretas de espionagem, serviços de espionagem e contraespionagem do Vaticano, prelados que denunciam a corrupção e são imediatamente afastados de São Pedro, lavagem de dinheiro, altos membros da máfia siciliana, um plano para assassinar o Papa, uma adolescente desaparecida e supostamente usada como escrava sexual, uma guerra entre jornalistas e diretores da imprensa católica, um presidente do IOR com medo de ser morto. E, no Estado do Vaticano, a realidade é sempre mais estranha que a ficção.
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Os Abutres do Vaticano
César Ribeiro-Livreiro Bertrand Cidade do Porto | 2019-05-28
O título correto do livro deveria ser os "Corvos do Vaticano" que é a designação que há no Vaticano para os mordomos traidores e para os responsáveis pela fuga de informação. Neste livro encontramos diversos documentos que comprovam o que de mais negro acontece dentro da Santa Sé. Há quem defenda que nas páginas de "Os Abutres do Vaticano" se encontra indícios de que meses mais tarde haveria uma renúncia de um Papa.

DETALHES DO PRODUTO

Os Abutres do Vaticano
ISBN: 9789722525985
Edição/reimpressão: 04-2013
Editor: Bertrand Editora
Código: 000173000703
Idioma: Português
Dimensões: 148 x 233 x 22 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 296
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Religião e Moral > Catolicismo
Eric Frattini foi correspondente para o Médio Oriente e residiu em Beirute (Líbano), Nicósia (Chipre) e Jerusalém (Israel). É autor de 25 livros, traduzidos em 16 idiomas e publicado em 42 países. O seu livro Os Espiões do Papa foi incluído na biblioteca de estudos sobre serviços secretos da CIA, em Langley. Em 2013 recebeu o Prémio Nacional de Investigação Jornalística da revista italiana Terra Incognita pela sua investigação do caso Vatileaks, que serviu de base ao livro Os Abutres do Vaticano, e em julho do mesmo ano foi distinguido com o Prémio Anual Strillaerischia (Itália) para o Melhor Enviado Especial pelo seu trabalho no Afeganistão. Foi produtor de documentários para o Discovery Channel e o National Geographic.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK