2022-07-15

Louco ou mau? Eis a questão eterna da psicologia forense

Partilhar:

Kerry Daynes é uma psicóloga forense que desde criança se sentia fascinada pelos cantos sombrios da vida. Os relatos de crimes reais atraíam-na para um mundo do qual não queria sair. Com a idade, o interesse tornou-se menos vouyeurístico e desenvolveu-se, transformando-se numa curiosidade intelectual muito mais profunda sobre as complexidades psicológicas das pessoas.

 

Autora do livro O Lado Negro da Mente, Kerry traz-nos agora Causas Ocultas, onde fornece, com empatia, compreensão e algum humor, uma visão esclarecedora acerca das mentes dos seus clientes, lançando luz sobre as causas do seu comportamento violento e desafiando as nossas noções sobre quem, e o que, é perigoso. Durante 25 anos, a autora tem trabalhado na linha da frente do crime violento, desde a colaboração com a polícia em casos complexos, à sua participação como especialista em processos em tribunal, até ao aconselhamento do governo britânico relativamente a indivíduos de alto risco.

 

«Louco ou mau? Eis o que o advogado de acusação queria saber. Esta é a questão eterna que jaz no coração da psicologia forense, tão gravada nas mentes da imprensa e do público como na lei e na política. Um criminoso deve ser uma coisa ou outra».

 

Um livro repleto de histórias reais de loucura, maldade e incompreensão, nas livrarias a 21 de julho.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK